segunda-feira, 24 de julho de 2017

MEIO AMBIENTE >> Equipe da SEMAGMA participa de reunião com equipe do IDEMA/RN sobre gestão ambiental

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e área interna

Na última sexta, 20 de julho, a Secretária de Agricultura e Meio Ambiente, Eliana Santos, juntamente com o Coordenador Municipal de Meio Ambiente Canindé Rocha e o Secretário Municipal de Finanças e Planejamento Orlando Palhares, estiveram na sede do IDEMA/RN, onde participaram de uma reunião sobre o Programa de Apoio Jurídico-Institucional que está sendo implementado pelo IDEMA que tem como objetivo colaborar com a gestão ambiental nos municípios do RN.

A iniciativa faz parte do Programa de Apoio à Gestão Ambiental dos Municípios do RN (PROAGAM), e possui quatro ações estruturantes, inseridas no Plano Plurianual do Governo do Estado (PPA). Essas ações, programadas até o ano de 2019, dão continuidade ao trabalho do Diagnóstico SISMUMA/RN, realizado pelo Idema entre os anos de 2013 e 2014. Foi através dele, que o órgão conseguiu levantar dados sobre os sistemas locais de gestão ambiental, constituídos pelos órgãos, conselhos e fundos de meio ambiente.

 A ideia principal do Instituto é contribuir para que os municípios possam se estruturar e caminhar com autonomia e responsabilidade, no exercício das suas competências legais, com reflexos importantes para o meio ambiente”, disse a supervisora do Núcleo de Apoio à Gestão Ambiental dos Municípios, Hiramisis Paiva.


Por Canindé Rocha - Coordenador Municipal de Meio Ambiente

CNBB AJUDA A CONVOCAR ATOS EM DEFESA DE LULA E DA DEMOCRACIA


Uma circular da Comissão Brasileira Justiça e Paz, organismo da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), tem uma mensagem que incentiva a convocação dos fiéis para atos de apoio à democracia e ao ex-presidente Lula; "O judiciário, que muitas vezes tem se revelado um "Oásis" da República, infelizmente, em algumas sentenças, deixa-se contagiar por interesses não republicanos, perdendo-se assim a necessária segurança jurídica", diz a circular, que critica ainda a reforma trabalhista de Michel Temer

247 - Um documento divulgado pela Comissão Brasileira Justiça e Paz, organismo da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), tem uma mensagem que incentiva à convocação dos fiéis para atos de apoio à democracia e ao ex-presidente Lula; o judiciário, que muitas vezes tem se revelado um "Oásis" da República, infelizmente, em algumas sentenças, deixa-se contagiar por interesses não republicanos, perdendo-se assim a necessária segurança jurídica", diz o texto, que critica duramente as reformas do governo de Michel Temer.

Confira abaixo a íntegra do comunicado:

Confrades e confreiras,

Mais uma vez, dirijo-me por meio de circular voltada aos integrantes da Rede Brasileira Justiça e Paz com a intenção de expressar minha inquietude face aos dramas vividos na sociedade brasileira: violência, desemprego, precarização dos direitos do trabalho e humanos.

Importa lembrar que há poucos dias foi aprovada a Reforma Trabalhista, questionada pelo movimento sindical, parcelas expressivas da sociedade e da Justiça do Trabalho, que a veem como uma tentativa de jogar nas costas dos trabalhadores e trabalhadoras os custos da crise econômica, bem como aumentar ainda mais os lucros do capital.

Como se não bastasse, verifica-se o desmonte dos instrumentos econômicos do estado em beneficio do mercado nacional e internacional, num claro atentado à soberania nacional.

A imprensa internacional mostra perplexidade com o país que em trinta anos foi capaz de promulgar uma Constituição moderna, garantir a estabilidade econômica, incluir milhões de brasileiros e brasileiras socialmente, respeitar a biodiversidade e, apesar dos limites, reconhecer os direitos historicamente negados aos indígenas e às comunidades negras e quilombolas, para, nos últimos tempos, tornar-se um país visto pela comunidade internacional como um "pária" no que diz respeito a segurança jurídica, respeito aos direitos humanos e das florestas, estas entregues ao jogo político de relações não republicanas entre executivo e legislativo.

O judiciário, que muitas vezes tem se revelado um "Oásis" da República, infelizmente, em algumas sentenças, deixa-se contagiar por interesses não republicanos, perdendo-se assim a necessária segurança jurídica.

Em maio deste ano, a CNBB convidou as pessoas de boa vontade para um momento de oração pelo Brasil, a ser realizado em nossas comunidades, por ocasião do Corpus Christi. Soube que as Comissões Justiça e Paz de nossa rede se irmanaram à iniciativa de nossos bispos.

Amanhã, 20 de julho, em muitos lugares haverá manifestações em defesa dos direitos sociais, da democracia e pela justiça.

Convido-os a, quando possível, fortalecer esses atos, e, tendo em vista a nossa identidade eclesial, promover momentos de oração e reflexão, evidentemente aberta ao diálogo ecumênico e a diversidade religiosa.

Acredito que o roteiro proposto pela CNBB, que pode ser acessado pelo link http://cnbb.net.br/cnbb-estimula-uma-jornada-de-oracao-pelo-brasil-por-ocasiao-do-proximo-corpus-christi/, por ocasião de Corpus Christi, adaptado às novas circunstâncias, poderá ser útil.

Que nesse momento triste, marcado por injustiças e violências, seja para nós um tempo favorável de renovação da esperança, alimentando-nos do espírito das bem aventuranças!

Brasília, 19 de julho de 2017

Carlos Moura
Secretário Executivo
Comissão Brasileira Justiça e Paz, organismo da CNBB

QUALIDADE DE VIDA >> Campus vivo: A vida que despe os muros do Campus do IFRN Natal-Central

Campus vivo: a vida que despe os muros do Natal-Central“Um mundo sem muro”, em que o cinza do cimento foi colorido pelo sentimento de um verde vivo, assim é o Campus  Natal-Central agora, como bem definiu a aluna Magda Cristhiany Souza, do curso Técnico Subsequente em Edificações: “Achei lindo! Além do lado estético e da circulação do ar, passou a existir uma abertura, uma espécie de ligação entre o mundo lá fora e o IF aqui dentro. Antes, dava a sensação de que o IF era um mundo à parte, agora não”.
Agora sim, a avenida mais movimentada da capital está diferente, bela, ganhou um novo cenário que, além do asfalto, preencheu-se de um verde que muita gente ainda desconhecia. De acordo com Alexsandra Soares, que passa com frequência em frente ao Campus Natal-Central para levar a filha ao dentista, a mudança foi positiva: “Gostei muito! Ficou bonito e ventilado e a pessoa fica vendo a escola”.
 O projeto que originou essas transformações e existe há mais de 5 anos nasceu exatamente para colocar em prática uma “cultura de pertencimento” que objetiva “integrar” a comunidade externa ao campus vivo, que é o Natal Central: “É o cruzamento de mais fluxo da cidade de Natal. Por isso, sob o aspecto humano, a primeira intenção foi levar qualidade de vida à comunidade, melhorando o clima, a umidade, o ar.  A ideia foi trazer a sociedade para o IFRN, através dessa interação com as pessoas que transitam, possibilitando a elas se comunicarem com o bosque. Fora isso, a grade é mais segura do que o muro exatamente porque expõe tudo que está acontecendo dentro da Instituição, e quem faz algo errado não quer ser visto”, enfatizou a arquiteta Érika Alcoforado.
De acordo com a arquiteta da Instituição, os muros da escola foram construídos há muitos anos e estavam bastante comprometidos: “Do ponto de vista de manutenção e segurança da estrutura em si, tínhamos um muro antigo, apenas de tijolos, sem ferragem, praticamente deteriorado por um formigueiro que tinha atingido 60% dele. Isso foi resultado da análise da equipe de segurança do trabalho. Há quase um ano, já havíamos adquirido essas grades, então, para reduzir custos, decidimos iniciar a obra com o pessoal de manutenção daqui mesmo, sem contratar ninguém de fora, aproveitando inclusive material já disponível em todos os campi do IFRN”.
Dessa maneira, o Campus Natal-Central, um dos espaços que foi pioneiro do Instituto Federal, ganhou um novo visual, mantendo a tradição de ser uma escola de vanguarda em ousadia e inovação: “A gente acabou embelezando a cidade. De certa maneira, é como se tivéssemos cultivado esse bosque por 50 anos e agora o estamos entregando para a cidade. Um verdadeiro presente para Natal, no ano de aniversário desse prédio”, definiu com satisfação o Diretor Geral do CNAT, professor Arnóbio de Araújo Filho.
De acordo com a arquiteta Érika Alcoforado, o projeto, que está sendo feito por etapas, e dentro do orçamento do Campus, prevê outras novidades para o bosque: “Haverá, entre outras atividades, espaço para arvorismo, casa verde (uma espécie de laboratório sustentável), jardim sensorial com lugar destinado à contemplação, mesas para piqueniques, trilha para caminhada, etc”.
E assim, pouco a pouco, o verde promete tomar conta da escola, dos passantes, alunos, professores e servidores. Com ele, um vento que traz paz, beleza e qualidade de vida.

QUANDO A IDIOTICE VIRA PIADA >> Coxinha se amarra em arvore e promete só sair de lá quando Lula for preso



A burrice dos coxinhas passou dos limites no interior de Minas, Manoel Zuko desempregado a 4 meses após assistir a Globo por muito tempo e ser influenciado pela mídia decidiu se amarra em uma arvora na chácara de um amigo em protesto contra Lula.
Manoel sofre de problemas mentais e na última sexta-feira havia ingerido alcool, o desempregado estava desaparecido de casa havia 2 dias e foi encontrado hoje por vizinhos amarrado a uma árvore.
“Pensamos que ele tivesse sido sequestrado, estava preocupada, quando veio a noticia que ele se amarrou sozinho eu quase não acreditei, Manoel é muito influenciado deve ter visto esse absurdo em algum filme na Globo e quis copiar”.
A filha de Manoel não aguenta mais as atitudes do pai “Ele apoiou o golpe da presidenta eleita democraticamente, tudo pra ele é culpa do PT ele está insano virou um coxinha fascista!”
Manoel promete não sair de lá enquanto sua vontade não seja atendida.

ESTÍMULO A LEITURA >> Escritores, poetas e jornalistas participarão de encontro com crianças e adolescentes pelo Dia Nacional do Escritor

Visualizar foto na mensagem

A Legião da Boa Vontade (LBV), vai receber nesta terça-feira, 25, em encontro especial com a garotada atendida no programa Criança: Futuro no Presente! – ilustres personalidades da literatura potiguar.

A iniciativa faz parte das celebrações ao Dia Nacional do Escritor, e reunirá jornalistas, poetas e escritores dos mais variados movimentos literários para um bate papo, autógrafos, recitais e poesias entre a meninada. Na oportunidade, os visitantes acompanharão as apresentações culturais e artísticas preparadas com muito carinho pelas crianças e adolescentes da Instituição.

O encontro terá início às 9h, com a presença do escritor e jornalista Everaldo Lopes e também da jornalista Hilneth Correia. Logo mais, às 14h, será a vez da escritora e Presidente da Sociedade dos Poetas Vivos e afins do RN, Ozany Gomes, o escritor, jornalista e produtor cultural Edson Soares, o poeta e apresentador do programa “Cafundó”, Geraldo Maia.

O encontro dos escritores com as crianças e adolescentes da LBV, acontece no Centro Comunitário de Assistência Social da Instituição, localizado à Rua dos Caicos, 2148 – Dix-Sept Rosado. Informações: (84) 3613-1655.

Histórico:
Em 1960, por decreto governamental, o 25 de julho foi instituído como Dia Nacional do Escritor. Tal iniciativa deveu-se ao sucesso do I Festival do Escritor Brasileiro, organizado pela União Brasileira de Escritores (UBE), por iniciativa do presidente da UBE, João Peregrino Júnior e seu vice-presidente, o célebre escritor baiano Jorge Amado.


Por Arivaldo Oliveira - Setor de Comunicação da LBV/RN

Nota do DIEESE destaca ameaça da Reforma da Previdência ao magistério


Resultado de imagem para reforma da previdência e magistério
O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), em nota técnica do mês de julho, confirma a ameaça da Reforma da Previdência e da Assistência Social aos trabalhadores, prevista na Proposta de Emenda à Constituição (PEC nº 287/2016). A iniciativa pretende alterar, de maneira profunda, as regras para o acesso a aposentadorias, pensões e benefícios assistenciais de praticamente toda a classe trabalhadora do país. Para a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), a qualificação da luta passa pelo acesso às informações, que fortalece o debate.
De acordo com o DIEESE, tanto os trabalhadores cobertos pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS), isto é, os trabalhadores da iniciativa privada e servidores e municipais que não contam com regime próprio, quanto os servidores públicos vinculados aos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) serão atingidos pela reforma. Em relação aos professores da educação básica, os efeitos das medidas previstas podem ser ainda mais drásticos, com retrocesso das conquistas obtidas pelas lutas da categoria ao longo da história.
Na Nota Técnica, são analisadas as normas propostas pela PEC 287-A para a aposentadoria dos profissionais do magistério. Há a exposição do histórico da legislação que a regulamenta, desde as primeiras medidas implementadas até as que vigoram no presente. Em seguida, são apresentadas as regras que irão à votação, tanto as relativas aos professores vinculados aos regimes próprios, quanto as que se referem aos que são cobertos pelo regime geral, sempre em contraposição às normas vigentes hoje. O terceiro ponto é dedicado à reflexão sobre o intenso processo de degradação das condições de trabalho dos docentes e as consequências sobre a saúde dos trabalhadores.
Acesse a nota do DIEESE na íntegra.

domingo, 23 de julho de 2017

Estou esperando para ver os trouxinhas e midiotas na rua...


Nenhum texto alternativo automático disponível.

UMA BOA ANÁLISE DE CONJUNTURA SOCIAL >> Para os que acreditam na imparcialidade da rede globo...

OS GOLPISTAS DÃO MAIS UM TIRO NO PE´>> PSDB tira do ar enquete sobre Lula após resultado inesperado

PSDB só queria ouvir a opinião do povo. Mas as coisas não saíram como o partido planejou.
Uma enquete no site do PSDB perguntava nessa semana sobre a condenação do ex-presidente Lula pelo juiz Sérgio MoroO questionamento dizia “A condenação do ex-presidente Lula pelo juiz Sérgio Moro, na sua opinião, mostra:”.
As alternativas eram “Que não existe ninguém acima da lei no Brasil”; “Que a justiça foi feita”; e “Que foi uma decisão política”.
Até quinta (20), com mais de 17 mil respostas, os resultados mostravam que 94% dos brasileiros consideravam que a decisão de Moro fora política, enquanto somente 4% consideravam que a justiça fora feita.
Depois disso, o PSDB tirou a enquete do ar. O partido alegou que robôs virtuais tinham sido usados para manipular a pesquisa e que, pelo alto número de acessos ao mesmo tempo, o site corria o risco de sair do ar.
Confira um print que mostra um momento da enquete:
Imagem de enquete no site do PSDB: partido tirou pesquisa do ar: psdb-enquete-lula

IFRN CAMPUS/LAJES >> Arte e Literatura: Revista NUART lança segunda edição


Revista NUART lança segunda edição

A revista do Campus Avançado Lajes que divulga a arte e literatura da Microrregião de Angicos está de volta, trazendo poemas, contos, fotografias, desenhos e muito mais!
Já está disponível na página do IFRN – Campus Avançado Lajes a segunda edição da Revista Nuart, uma publicação organizada pelo Núcleo de Artes Itaretama sob a coordenação do professor André Bezerra.
A Revista Nuart é numa publicação on-line do Núcleo de Artes Itaretama que será realizada através da página do Campus Avançado Lajes no site do IFRN. Seu foco será o de divulgar a produção literária e visual da Microrregião de Angicos (Lajes, Afonso Bezerra, Angicos, Caiçara do Vento, Fernando Pedroza, Pedra Preta, Pedro Avelino e Jardim de Angicos) através de um editorial constituído por profissionais das áreas de Artes e Literatura.
Nessa edição se reúnem mais de dez artistas das cidades de Lajes, Santana do Matos e Angicos, além de servidores do Campus Lajes, em criações visuais e poéticas que debatem o corpo, a moral, o cotidiano, a preguiça, a paisagem sertaneja e suas figuras, além de uma gama de temáticas que podem ser observadas nas obras em poesia, conto, crônica, fotografia, desenho digital, etc.
Acessando o link no final da matéria você será redirecionado diretamente para a página que reúne as edições da revista publicadas até o momento e pode aproveitar também para conferir a primeira edição, se ainda não a conhece. Para visitantes de primeira viagem, lembramos que no menu lateral da página inicial do IFRN – Campus Avançado Lajes vocês podem conferir um tópico todo dedicado à Revista Nuart. Basta clicar e aproveitar!
A previsão para o lançamento de chamada para novos trabalhos é para o dia 31 de julho. Acompanhe as notícias para site para não perder a próxima oportunidade!

ORÇAMENTO ESTADUAL >> Governador assina decreto que corta mais de R$ 70 milhões do orçamento de Poderes



Decreto assinado pelo governador Robinson Faria e publicado na edição deste sábado, 22, do Diário Oficial do Estado (DOE) limita a despesa orçamentária e financeira do Estado. Segundo o documento, o valor global adicional da limitação de empenho a ser processada no terceiro bimestre é de R$ 76.750.048,91.

De acordo com o governo, o corte tem o objetivo “de manter na execução orçamentária, o equilíbrio das contas públicas para o exercício financeiro vigente”.

Consta no decreto que “a receita liquida do tesouro estimado para o período de 1º de janeiro a 30 de junho de 2017 é de R$ 3.552.340.902,64.” Diz ainda que “a receita liquida do tesouro arrecadada, para o mesmo período, foi de R$3.385.771.394,83”.

E emenda: “Considerando que do confronto entre receita arrecadada e receita estimada verifica-se uma frustração, no período, na arrecadação de R$ 166.569.507,81 (cento e sessenta e seis milhões quinhentos e sessenta e nove mil quinhentos e sete reais e oitenta e um centavos).

“A limitação de despesas discricionárias deve preservar as dotações vinculadas a gastos com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino; Ações e Serviços Públicos de Saúde; e, Segurança Pública para alcance dos limites mínimos de gastos fixados na Constituição Federal e na Constituição do Estado”, diz outro trecho do documento.

Leia decreto na íntegra:
DECRETO Nº 27.144, DE 21 DE JULHO DE 2017.
Dispõe sobre a limitação de despesa orçamentária e financeira do exercício de 2017, de que trata o art. 51 da Lei Estadual no 10.101, de 12 de agosto de 2016, e dá outras providências.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições que lhe conferem o art. 64, V, da Constituição Estadual, e tendo em vista o disposto nos art. 8º e 9º da Lei complementar nº 101, de 04 de maio de 2000, nos art. 51, da Lei Estadual no 10.101, de 12 de agosto de 2016, no art. 14 da Lei Estadual nº 10.152, de 27 de janeiro de 2017;

Considerando a necessidade de limitação de empenho e movimentação financeira, com o objetivo de manter na execução orçamentária, o equilíbrio das contas públicas para o exercício financeiro vigente;
Considerando, também, que a receita liquida do tesouro estimado para o período de 1º de janeiro a 30 de junho de 2017 é de R$ 3.552.340.902,64(três bilhões, quinhentos e cinquenta e dois milhões trezentos e quarenta mil, novecentos e dois reais e sessenta e quatro centavos);

Considerando, ainda, que a receita liquida do tesouro arrecadada, para o mesmo período, foi de R$3.385.771.394,83(três bilhões, trezentos e oitenta e cinco milhões, setecentos e setenta e um mil trezentos e noventa e quatro reais e oitenta e três centavos);

Considerando que do confronto entre receita arrecadada e receita estimada verifica-se uma frustração, no período, na arrecadação de R$ 166.569.507,81 (cento e sessenta e seis milhões quinhentos e sessenta e nove mil quinhentos e sete reais e oitenta e um centavos);

Considerando, finalmente os Decretos números 26.749, de 29 de março de 2017, e 26.948, de 29 de maio de 2017, e as disposições contidas no art. 51 da Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício em curso,

D E C R E T A:
Art. 1º É Informado, nos termos do anexo único a este Decreto, que o valor global adicional da limitação de empenho a ser processada no terceiro bimestre é de R$ 76.750.048,91 (setenta e seis milhões setecentos e cinquenta mil quarenta e oito reais e noventa e um centavos).
Art. 2º A Secretaria de Estado do Planejamento e Finanças é autorizada a deduzir do conjunto das dotações orçamentárias das unidades gestoras vinculada ao Poder Executivo, montante de R$ 49.243.308,68 (quarenta e nove milhões duzentos e quarenta e três mil trezentos e oito reais e sessenta e oito centavos).
Parágrafo único. A limitação de despesas discricionárias deve preservar as dotações vinculadas a gastos com Manutenção e Desenvolvimento do Ensino; Ações e Serviços Públicos de Saúde; e, Segurança Pública para alcance dos limites mínimos de gastos fixados na Constituição Federal e na Constituição do Estado.
Art. 3º Os Poderes, a Defensoria Pública, o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado, promoverão, por ato próprio e preservada a autonomia e independência orçamentária e institucional, conforme art.51, § 1º da Lei Estadual no 10.101, de 12 de agosto de 2016, a limitação de empenho e movimentação financeira adicional nos montantes informados no anexo único a este Decreto.
Art. 4º. Este Decreto vigerá a partir da data de sua publicação.
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal/RN, 21 de julho de 2017, 196º da Independência e 129º da República.
ROBINSON FARIA
Gustavo Mauricio Filgueiras Nogueira
Demonstrativo da Limitação de empenho adicional com base nos resultados alcançados entre janeiro e junho do ano em curso
ANEXO I
R$1,00
PODERES / ÓRGÃOS¹
VALORES A CONTINGENCIAR
Assembleia Legislativa
6.339.877,54
Fundo Legislativo do Estado do RN
603.558,48
Fundação Djalma Marinho
562.515,23
Subtotal
7.505.951,25
Tribunal de Contas
1.895.116,36
Fundo de Reaparelhamento e Aperfeiçoamento do TC
143.046,86
Subtotal
2.038.163,22
Tribunal de Justiça
6.325.305,59
Fundo de Desenvolvimento da Justiça - FDJ
5.469.378,85
Fundo Estadual da Segurança dos Magistrados - FUNSEG
320.200,98
Subtotal
12.114.885,42
Defensoria Pública Geral do Estado
649.628,73
Fundo de Manutenção e Aparelhamento da DPGE
289.402,63
Subtotal
939.031,36
Procuradoria Geral da Justiça
3.143.531,10
Fundo de Reaparelhamento do Ministério Público - FRMP
1.765.177,88
Subtotal
4.908.708,98
Poder Executivo
49.243.308,68
Subtotal
49.243.308,68
Total do Orçamento
76.750.048,91

sábado, 22 de julho de 2017

Será que a situação econômica, e social não pede que esse cidadãos vão novamente às ruas? Ou só quando era contra Dilma, Lula e o PT?

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Nenhum texto alternativo automático disponível.

ARTE E LITERATURA LAJENSE >> Reproduzo aqui mais um excelente escrito do amigo Cícero Eleutério

AOS AMIGOS

Amigos (Cícero Lajes)

Amigo tenho um bocado
De juntar saco de monte
Desde o mais chegado
Ao covarde que se esconde.

Amigo pra toda hora
Amigos pras horas boas
Amigo que foi-se embora
Morar onde ave voa.

Amigo que trago no peito
Amigos e rivais
Amigo cheio de defeito
Dos quais não me lembro mais.

Amigo que é satisfeito
Amigo que chora miséria
Amigo de todo jeito
De amizade boa e sincera.

Amigo que dar patada
Que só tu quem aguenta
Aquele que dar vontade
De sentar a mão nas ventas
Amiga que é aluada
E amiga ciumenta

Amigo que paga a conta
E amigo que não perdoa
Amigo que tira onda
E amigo que a gente zoa 
Aquele amigo da onça
E aquela amizade boa.

Amigo que pede emprestado
E toma chá de sumiço
Amiga do namorado
Da namorada do amigo.

Amigo que é casado
Amigo que é solteiro
Amigo amancebado
E amigo namoradeiro.

Amigos que nos agradam
Amigo inconveniente
Amigos que pouco se falam
Amigo sempre presente
Amigo que deixa saudade
Pois amigo de verdade
É aquele que atura a gente.

Mas desde a antiguidade
Até os dias atuais
Os amigos de verdade
Pra toda eternidade
É só mamãe e papai.

SUSTENTABILIDADE >> Programa de Painéis Solares da Ufersa é selecionado pelo Concurso de Inovação no Setor Público



Programa da Ufersa foi o único da Região Nordeste selecionado pelos avaliadores (Foto Eduardo Mendonça).
O Programa de Eficiência Energética: Uso de Painéis Solares Fotovoltaicos foi selecionado junto com outras 9 iniciativas para a próxima etapa do 21º Concurso Inovação no Setor Público. O Programa da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) foi o único da Região Nordeste selecionado pelos avaliadores.
O Concurso Inovação no Setor Público é promovido anualmente, desde 1996, pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), em parceria com o Ministério do Planejamento. A premiação valoriza as equipes de servidores públicos que, comprometidos com o alcance de melhores resultados, dedicam-se a repensar atividades cotidianas por meio de pequenas ou grandes inovações que gerem melhoria na gestão das organizações e políticas públicas, contribuam para o aumento da qualidade dos serviços prestados à população e tornem mais eficientes as respostas do Estado diante das demandas da sociedade.
Com a aprovação, o Programa da de Eficiência Energética da Ufersa vai para a Avaliação Final entre os pares, mediada por especialistas de notório saber nas áreas de inovação e gestão pública. Esta etapa ocorrerá em evento presencial na sede da Enap, em Brasília-DF, no dia 15 de agosto. Dez projetos estão concorrendo nesta fase final. Para as iniciativas vencedoras são concedidos  troféu destinado à instituição; certificados para os integrantes das equipes; e direito ao uso do Selo Inovação em materiais de divulgação impressa ou eletrônica.
O Programa de Eficiência Energética da Ufersa começou a ser planejado em 2014 quando a instituição foi premiada no Projeto Desafio da Sustentabilidade e conseguiu os recursos para a instalação de uma Usina Solar. Ao todo, cerca de R$ 1 milhão foi utilizado na construção da Usina que foi inaugurada em janeiro deste ano.

CAMPANHA BUSCA VALORIZAR A ATUAÇÃO DAS MULHERES >> Com certeza em nosso meio temos muitas mulheres que merecem participar desse concurso!

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, texto

sexta-feira, 21 de julho de 2017

MEIO AMBIENTE E SOCIEDADE >> Em Diogo Lopes (Macau/RN)

A imagem pode conter: texto

Atenção coxinhas, exerçam sua cidadania, imagino que esse também seja um momento bastante propicio...

A imagem pode conter: texto

EM LAJES >> Acontece hoje a Conferência Municipal de Assistência Social

RECOMENDAÇÃO >> Promotoria de Justiça de Afonso Bezerra quer coibir paredões de som


Resultado de imagem para Promotoria de Justiça de Afonso Bezerra quer coibir paredões de somEm recomendação expedida, MPRN pede apreensão de automóveis equipados que descumprirem a lei

A prática comum de poluição sonora por parte de condutores de veículos equipados com os chamados “paredões” de som levou a Promotoria de Justiça de Afonso Bezerra a expedir recomendação para coibir esse crime ambiental. O documento dirige-se tanto aos proprietários de automóveis, quanto aos donos de estabelecimentos comerciais, Polícias Militar e Civil e à população em geral. A proposta é que cada um desses agentes assumam suas responsabilidades no que se refere à garantia dos limites de emissão de ruídos na cidade. Mesmo nas situações em que o infrator seja apenas cliente de estabelecimento como bar ou similares, a responsabilidade pode recair sobre o proprietário do local, conforme definido em Lei Federal.

Dessa forma, a recomendação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) orienta os proprietários de estabelecimentos comerciais da cidade para que, ao perceberem que um cliente está fazendo uso de aparelho sonoro em volume acima do permitido, comuniquem o fato imediatamente à autoridade policial. Além disso, é necessário afixar placa em local visível proibindo que os clientes utilizem os instrumentos de som de seus veículos em volume que possa incomodar o sossego alheio. Caso o próprio estabelecimento possua seu sistema de som particular que garantam o cumprimento dos limites legais de emissão de ruídos.


Entre as medidas solicitadas às Polícias Militar e Civil, está a apreensão dos veículos que forem flagrados produzindo sons capazes de incomodar o trabalho ou o sossego alheios. Caso seja possível desconectar o som do veículo sem danos, no momento da ocorrência, o policial pode fazer apenas apreensão do equipamento de som. Nas situações em que o proprietário do veículo dificultar a ação fiscalizadora dos policiais, ele pode ser autuado pelo crime de “obstar ou dificultar a ação fiscalizadora do Poder Público no trato de questões ambientais”, previsto em lei, com pena de detenção de um a três anos e multa.


Para uma efetiva garantia do respeito aos limites de emissão de ruídos, é fundamental que a população assuma sua parcela de responsabilidade, seja evitando a prática de poluição sonora, seja denunciando situações de terceiros que desrespeitam os limites legais. Por essa razão que a recomendação também se dirige ao público em geral.

Confira aqui a recomendação.

O QUE TEM SEGURADO TEMER NO GOVERNO >> Um pouco da "política" PRATICADA POR esse governo golpista

Nenhum texto alternativo automático disponível.